logofdj1
titulo-institucional

Preocupação com qualidade, pluralidade e troca de conhecimento, talento e experiência. É com esses objetivos que o Festival de Dança de Joinville se consolidou ao longo de mais de três décadas, tornando-se destino tradicional dos amantes da dança. Participantes de todo o país e até mesmo do exterior viajam à Joinville para concorrer na Mostra Competitiva, se apresentar no Meia Ponta ou nos Palcos Abertos que se espalham pela cidade. Além disso, há um leque de opções para aprimoramento profissional por meio de didáticas inclusivas, com o oferecimento e realização de cursos, oficinas, workshops, palestras, debates e inúmeras ações voltadas aos bailarinos e coreógrafos.

 

Em cima do palco, bailarinos brilham, seja na Noite de Abertura, que traz montagens completas de balés consagrados, peças de destaque de gêneros diversos de dança ou criações contemporâneas que abrangem o universo da dança e das artes, seja nas Mostras Competitivas e na Estímulo Mostra de Dança. A preocupação de trazer à Joinville o que há de melhor, move a Curadoria Artística e a organização do Festival.

 

Mantido com o apoio de patrocinadores e promovido pelo Instituto Festival de Dança de Joinville, o evento reúne mais de sete mil participantes diretos e atrai público superior a 230 mil pessoas durante os onze dias de Festival. Os números expressivos renderam a citação de Maior Festival de Dança do Mundo no Guinness Book, título que é de Joinville desde 2005.

 

Visão
Promover a dança como expressão artística e contribuir para a difusão cultural e o desenvolvimento regional.

 

Missão
Promover a dança como expressão artística e contribuir para a difusão cultural e o desenvolvimento regional.

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil foi a escolhida para apresentar o espetáculo de abertura da 38ª edição do Festival de Dança de Joinville. A apresentação será dia 22 de julho, no Centreventos Cau Hansen. O espetáculo em processo de construção para o festival, mostrará o que de melhor a escola produziu nos 20 anos de existência, a ser completado no próximo ano. Terá trechos de coreografias  clássicas consagradas e outras concebidas especialmente para essa apresentação. Ex-alunos de destaque que hoje atuam em grandes companhias do Brasil e do mundo dividirão o palco com  alunos e integrantes da Companhia Jovem da Escola Bolshoi. Cerca de 100 bailarinos profissionais e estudantes terão o desafio de ocupar o imenso palco do Centreventos e impressionar as mais de 4000 pessoas, vindas de várias regiões do país,  que todos os anos assistem ao esperado espetáculo de abertura do maior festival de dança do mundo.

Os bailarinos nascidos de 2007 a 2009 têm uma competição exclusiva no Festival. As apresentações da competição infantil são no Teatro Juarez Machado, contemplando os oito gêneros. Os primeiros lugares da competição Meia Ponta se apresentam novamente na Tarde dos Campeões, quando são entregues os prêmios de Melhor Bailarina, Melhor Bailarino e Melhor Grupo.

Em 2019, 3.361 coreografias foram inscritas no Festival de Dança e 200 foram aprovadas para compor a Mostra Competitiva, além dos primeiros lugares de 2018. O processo de seleção conta com duas etapas. Na primeira, três avaliadores, especialistas em cada um dos oito gêneros do evento, fazem uma triagem. Na segunda, os trabalhos passam pela seleção final feita pela Curadoria Artística. Além disso, há os selecionados que participam das seletivas do Dança Brasil, que neste ano foram realizadas em Curitiba, Fortaleza, Marília, Recife, RibeirãoPreto e São José dos Campos.

 

Durante o Festival, as coreografias aprovadas para a Mostra Competitiva são julgadas por uma banca de jurados especialistas. Os campeões recebem troféu e garantem vaga para o Festival no ano seguinte.

A Feira da Sapatilha reúne os melhores artigos para os mais variados gêneros de dança. O Expocentro Edmundo Doubrawa, recebe tendências em moda para o segmento, figurinos, equipamentos, artesanato e tecnologia para o setor. Neste ano, o local concentrou 89 expositores de produtos e serviços, além de uma praça de alimentação com 23 opções e 14 estandes de artesanato.

O Festival de Dança de Joinville dedica atenção cada vez maior à formação e aprimoramento técnico de bailarinos, estudantes e profissionais ligados à dança, por meio de cursos com aulas teóricas e práticas. Neste ano, são 3.175 vagas disponíveis em 102 cursos e oficinas com especialistas reconhecidos em suas áreas no Brasil e exterior. Além disso, os professores contam ainda com assessoria pedagógica.

logo

Trabalhar para pensar em novidades é um dos objetivos do Festival de Dança edição após edição. E neste ano, o + DANÇA chega para oferecer um leque variado de opções para participantes inscritos e comunidade, tendo como foco dar oportunidade de acesso a inúmeras atividades, de segmentos diversos, mas que se interligam e formam a cadeia produtiva da dança.

Instalados em seis diferentes pontos da cidade, os Palcos Abertos recebem grupos de todos os gêneros e levam a dança para toda a comunidade joinvilense e visitantes, em sessões diárias gratuitas. Além disso, a já tradicional visita aos hospitais de Joinville leva entretenimento aos pacientes e desempenha uma importante função social do evento.

270
Mil Espectadores
9397
Inscritos
3080
Vagas em Cursos
1462
Coreografias
540
Horas de Espetáculos
480
Grupos Participantes
© 2019 Festival de Dança de Joinville. Todos os direitos reservados.